As Primeiras Impressões Sobre o Sistema de Conversão Neptune Art Lens: B.A. Van Sise

2017-06-09

O foto jornalista e "Gentleman Adventurer" B.A. Van Sise visitou o Steampunk World's Fair com o Sistema de Conversão Neptune Art Lens. O objecto combina perfeitamente com a óptica na opinião de Van Sise - lê para descobrires o porquê e saberes mais sobre estas fotografias únicas.

Fotos tiradas com a Despina 2.8/50mm Art Lens

Nome: B.A. Van Sise
Localização: Nova Iorque
Profissão: Fotógrafo, trabalha principalmente em retratos e características editoriais.
Website/Social Media links: Website | Instagram | Facebook

Olá. Podes falar um pouco mais sobre ti?

Quando eu era criança, o meu dentista tinha um grande cartaz preenchido com os diferentes tipos de nova-iorquinos - em retrospectiva, a maioria deles eram estereótipos racistas - e um deles era um homem bastante peludo que dizia: "Nova Iorque, Nova Iorque. Uma cidade tão agradável, eles a nomearam duas vezes!" Três décadas depois, não consigo dizer o nome da cidade sem pensar naquele poster - oh, as coisas que ficam connosco.

Realmente o meu cartão de visita diz, sem qualquer ironia, "Gentleman Adventurer" (gentil aventureiro), e provavelmente está mais perto da minha identidade do que qualquer descrição de trabalho. Passo a maior parte da minha vida a vestir-me de forma extravagante e à procura de qualquer coisa idiota para fazer. Para adoptar uma velha frase de Dorothy Parker: falo sete idiomas e não sei como dizer "não" em nenhum deles.

Fotos tiradas com a Despina 2.8/50mm Art Lens

Fala-nos sobre o teu percurso na fotografia.

Comecei, há dezasseis anos atrás, como fotógrafo num jornal e desde então que é isso que tenho feito. Na verdade, isto é mentira; Há algum tempo, depois de ouvir um rumor de que o dinheiro pode ser negociado por bens e serviços, deixei a fotografia e tornei-me um executivo de uma empresa de jactos privados para celebridades. Desisti do dinheiro, voltei para a fotografia e esta foi a melhor ideia. Taylor Swift não me telefona mais a meio da noite e eu envio os meus recortes de volta para casa, agora e novamente.

Fotos tiradas com a Despina 2.8/50mm Art Lens

Como designas o teu estilo de fotografia?

Eclética. Eu tenho uma lista variada de clientes, o que, na minha opinião, é bastante incomum para um profissional. Faço muitos retratos para revistas e museus. Faço montes de coisas para jornais. Lancei uma divulgação de publicidade dois dias antes de voltar para casa para responder a essas perguntas. Se eu tivesse que descrever o meu estilo, diria que está perto - fisicamente perto, mas também, emocionalmente próximo. É importante conhecer os teus objectos e não apenas, necessariamente, nos apertos de mão-e-como-estás-tu, em que é assim que a maioria das pessoas se conhece nos dias de hoje. De forma limitada, sempre podes, durante um sessão fotográfica, pedir à pessoa que confia em ti para se apresentar.

Fotos tiradas com a Despina 2.8/50mm Art Lens

Qual foi a tua primeira impressão ao veres e segurares o Sistema de Conversão Neptune Art Lenses?

Eu tinha a certeza, estava totalmente seguro, de que eles iriam fazer-me sentir completamente e totalmente sugado. Como a maioria das pessoas, eu sei que no meu coração e nos meus ossos que as coisas boas são pesadas. As coisas impressionantes, como pessoas impressionantes, devem ter alguma gravidade natural nelas. E tu não queres algo abaixo do peso. Ninguém quer uma bola de bowling "vazia". Ninguém gasta um dólar superior numa lagosta subdesenvolvida. Quando o protótipo caiu nas minhas mãos, eu sabia que isso iria cheirar mal - afinal, ele não pesa nada. Onde está a fabricação de qualidade? Onde é que está o vidro pesado para fazer boas imagens?

Fotos tiradas com a Despina 2.8/50mm Art Lens

Como é obvio, enganei-me. Tirei algumas fotografias no carro antes de ir para a minha sessão fotográfica para ter a certeza de que eu não estaria a deitar fora toda a minha carreira ao testar uma objectiva. Tenho uma série de pequenos patos de borracha no meu carro - é uma longa história - então alinhei-os no traço e fiz algumas fotos. Depois vi as imagens e eis que eram todas cristalinas e, em f/2.8, o fundo, embora não particularmente bokehtastic, era suave o suficiente para realmente isolá-los. Eu sabia que isso era algo especial. Apesar do peso, a nitidez destas objectivas são notáveis.

Foto tirada com a Despina 2.8/50mm Art Lens

Como é que o Sistema de Conversão Neptune Art Lens System se encaixa no teu estilo?

Eu gosto de manter as coisas simples. Prefiro estruturas de iluminação sem complicações em testes de estúdio e no que eu chamo de "Walking Around Shoots" - digamos, a Village Voice envia-me para algum lugar para fazer algo característico ou uma revista da universidade precisa de um retrato de um aluno ou até algo mais interessante - normalmente viajo com a iluminação: um corpo de câmara, uma objectiva e três objectivas de sobra no saco da minha câmara. A minha objectiva diária é uma Art Lens de 50mm, que pesa facilmente quatro vezes mais do que qualquer uma destas Neptune Art Lens. Para uma fotografia diária, ela produz um óptimo resultado e cada uma das minhas vértebras espinhais certamente notou a diferença.

Foto tirada com a Despina 2.8/50mm Art Lens

Podes partilhar qual é a tua melhor fotografia e qual a história que está por detrás dela?

A minha imagem favorita da sessão em Steampunk World's Fair é a primeira no set, do colega com a faixa branca e com os olhos vendados. Muito parecido com a objectiva, eu realmente não sabia o que estava a fazer para tirar aquela fotografia: eu nunca tinha ouvido falar da Feira Mundial de Steampunk, e aquilo tornou-se uma espécie de viagem, literalmente e metaforicamente, para a levar. Três mil pessoas aparecem com trajes feitos à medida, bastante criativos e realmente impressionantes. Eles vêm de todo o país, e encontram-se ... num feio parque de estacionamento cheio de contentores de carga em Piscataway, Nova Jersey, intercalados entre dois hotéis. Foi sombrio, e ainda existe toda essa cor e beleza e todas estas pessoas super simpáticas num só lugar. Decidi fazer com que os contentores de carga fizessem parte da sessão, coloquei tudo na maior abertura possível, e conversei bastante com uma série de anacronistas instantaneamente nervosos para saírem sozinhos comigo para trás dos contentores abandonados com a esperança de que eu tirasse a fotografia.

Eu vi esse rapaz, com a sua roupa vitoriana totalmente branca, vagamente fúnebre, e sabia que tinha que tê-lo à frente da minha objectiva. Tenho um bom amigo que gosta de entrar nas minhas cenas para conhecer todas as pessoas maravilhosas (mas incomuns), e ela correu para agarrá-lo. O nome dele é Phil, ele era tão gay como uma caixa de pássaros, e ficou além de emocionado por ser fotografado. Havia apenas um problema: ele não podia ver nada, nenhuma coisa no mundo inteiro, coloquei-lhe uma venda e então tive que empurrá-lo fisicamente e colocá-lo no lugar. Ele estava a seguir-me pelo som da minha voz. Fiz questão de ficar bem perto de modo que a única coisa em foco seria a problemática venda . Felizmente correu bem.

Fotos tiradas com a Despina 2.8/50mm Art Lens

Voltámos ao Kickstarter com o Sistema de Conversão Neptune Art Lens — para garantir que tens tudo o que precisas para qualquer oportunidade fotográfica. Com três objectivas frontais intermutáveis e com distâncias focais fixas de 35mm, 50mm ou 80mm, estás preparado para qualquer situação de disparo com apenas um único sistema de objectiva. Este Sistema inclui seis placas de abertura especiais que criam um bonito e delicado efeito bokeh para que possas criar imagens impressionantes com intermináveis combinações criativas. Inspirado pela invenção original de Charles Chevalier e redesenhada com um design liso e lustroso, esta objectiva multi-revestida é a opção ideal para iniciantes e profissionais de fotografia seja em analógico ou digital.

Vai agora à nossa página Kickstarter e poupa até 45% no Sistema de Conversão Neptune Art Lens e ainda obtens vários extras exclusivos!

Escrito por Lomography on 2017-06-09 #Cultura #pessoas

Artigos ainda mais interessantes